A esperança no ano que começa

tim-maia

O sábio Tim Maia já dizia. Esse negócio de ano novo não existe. “Os macacos sabem por acaso que nós estamos em 1900 e bolinhas?”, disse uma vez o sábio e rechonchudo cantor. “Será que pra eles esse não é o ano 30 mil e alguma coisa?”, continuou em sua vã filosofia. Esse cara sabia das coisas. Tim Maia sabia das coisas. Cantava muito, era um puta de um ranzinza que reclamava do som o show inteiro e era muito inteligente.

Na verdade eu nem ligo muito pra essa história de contagem dos anos, se está certa ou não. Tanto faz. Estamos em 2009 e ponto. Beleza. Mas aí alguém vem com aquele papo que a virada do ano serve na verdade pra renovar as esperanças. Pra dividir nosso tempo e nossa vida em ciclos e, assim, termos esperança de que nesse novo ciclo as coisas irão melhorar. E todo mundo cai nessa. Sempre. Todo mundo acha que realmente no ano que começa a vida será melhor. Que passará a ganhar mais dinheiro. Que não terá problemas, nem de saúde nem no amor. Mas aí o ano passa e você que ele não foi tão bom quanto você sonhou que fosse. E aí você acha então que o ano que começa será melhor. Desta vez será melhor. E no fim continua assim. Sempre a mesma porcaria. Mas realmente. É um ciclo. Só que não tem nada de bom nesse ciclo. É o ciclo da vida média. Da vida medíocre. Do sonho de levar uma vida digna, ter uma família e uma casinha pra morar. Então tá. Fique aí, com suas esperanças e sonhos imbecis. Eu não perco tempo sonhando. Prefiro viver. E resmungar. E, pensando bem, enquanto você sonha com um mundo melhor, eu vou ouvir um vinilzão. Do Tim Maia. Esse sabia das coisas. “Alô Santiago, mais retorno! Mais grave! Mais agudo! Mais tudo!”. Tim Maia. Esse é o cara!

3 Comentários

Arquivado em Texto

3 Respostas para “A esperança no ano que começa

  1. O pior é ver no fim de cada ano as pessoas resmungando que o ano passado foi uma merda… e fazem os votos de ano novo.
    Não tô reclamando que eles resmungam, por que isso eu faço bastante. Simplesmente reclamo da hipocrisia. Quer resmungar remungue com razão!

  2. Juan Piñeda

    Grande Walmor, o cara tem muito bom gosto. Grande Tim Maia.
    Você poderia ter citado também o grande Waldick Soriano que em 2008 nos deixou orfãos de suas magnificas canções.

  3. Diário De Um Rabugento

    Concordo com o Svartzorn. Quer resmungar, resmungue com razão. Assim como eu faço todos os dias!!

    E quanto ao Juan, nem me fale do Waldick. Além de ídolo, era um grande amigo meu. Conversávamos muito por tardes inteiras e sei que cada um influenciou o trabalho do outro. Waldick, grande mestre e grande amigo. Descanse em paz, pois eu sei que onde você está é bem melhor do que esse mundo daqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s