Como trabalhar para um idiota – Parte 2

Pois é. Conforme prometido, vou divagar mais um pouco sobre esses imbecis que importunam nossa vida também conhecidos como chefes.

Lembrei-me agora de um outro tipo muito peculiar, o qual eu costumo chamar de “chiliquenta”.

O chefe “chiliquenta” é uma pessoa mal resolvida. Provavelmente tem problemas pessoais sérios. É uma pessoa sem amigos e, talvez, infeliz. Ao mesmo tempo, acha que é superior aos seus subordinados e, por isso, acha que tem o direito de usar tons de voz mais elevados para estabelecer a comunicação com a equipe.

Normalmente, o chilique acontece quando esse chefe já vem sofrendo uma pressão dos superiores dele. Desequilibrado como ele é, fica só esperando o momento de passar pra frente o nabo que acabara de levar. E eis que chega o momento: você faz algo que ele – ou ela – não considera de seu agrado e começa o chilique. É um ataque histérico sem pausas. Agudos que doem aos ouvidos são emitidos constantemente. É um misto de rodar a baiana com soltar a franga. Um verdadeiro show. Não adianta nem você tentar dizer alguma coisa, pois nesse momento esse chefe já está fora de si. Surdo e vermelho de raiva.

A melhor coisa a fazer nesse momento? Saia de perto pra não voar baba em você. Vá tomar um café e deixe o chefe “chiliquenta” chilicando sozinho. Ou mande-o pro raio que o parta!

Anúncios

7 Comentários

Arquivado em Texto

7 Respostas para “Como trabalhar para um idiota – Parte 2

  1. Elaine

    Acho que manda-lo para o raio que o parta é uma melhor pedida!!!!!

    Abs,
    Rabugento

  2. Nando

    Por que essa fúria, meu caro?
    Por falar nisso, como vai o novo trabalho?
    Então, aquele dia do almoço foi massa, mas aquela mina do Zig não parava de falar, caráio!
    Entre em contato e take it easy with your delicious boss! kkkk

    Abraços

  3. Diário De Um Rabugento

    Olá Nando. Realmente esse novo trabalho de organizar meus vinis de big bands dos anos 20 em ordem sentimental está dando um grande trabalho. Tenho ocupado muito o meu tempo de aposentado nessa função.

    Pois é. Pessoas que falam demais são um problema mesmo. Mas é o que eu digo: quanto mais eu rezo, mais assombração me aparece. Depois ainda me perguntam porque evito o contato com os seres humanos. Ah, e não se esqueça de devolver meu DVD do Dick Farney. Não sei o que eu tinha na cabeça quando emprestei.

  4. Elaine

    Boa tarde Sr. Rabugento, venho agradecer pela delicadesa nos links e também descobri que apesar da rabugice o sr. é um amor também. rsrsrsrs

    Parabens pelo blog.
    Abs,
    Elaine Correia.

  5. Diário De Um Rabugento

    Poupe-me desses elogios por favor. Sou ranzinza, rabugento, mal-humorado, chato, estressado, mas sem abrir mão jamais da educação, que como eu digo, faz bem e mantém os dentes no lugar. Entenda isso como um gesto de educação da minha parte.
    Um aperto de mão do Walmor

    • JDM

      Não dominei o assunto , tive fadiga ao ler
      apenas quero saudá-lo com bons votos ,dados pelo JDM .

      Obs: Estou pensando em passar uma chuva aqui,
      ou uma garoa ,não sei ainda.rs

      Abraços, mestre.

  6. Diário De Um Rabugento

    Abraços, JDM. Não entendi o que você quis dizer em “passar uma chuva aqui”, mas também não vou tentar entender, pois tenho mais o que fazer. Vou comer pistache com meu papagaio que eu ganho muito mais.

Deixe uma resposta para Elaine Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s