Arquivo da tag: gripe suína

Olha a gripe suína aí, gente!!!

gripe suina

Cuidado!!! O vírus está no ar!!! Depois de muita tentativa de controlar, a gripe suína finalmente começou a causar vítimas fatais no Brasil. O risco de contágio é muito grande. Você deve tomar cuidado. É isso mesmo. Eu disse você, porque eu… Bem… Eu não corro esse risco.

Eu tenho total noção de que não corro o risco de contrar a gripe do porco e te digo por que:

1) Dizem que muita gente pega essa gripe de mão pra mão… Cumprimenta alguém e depois passa a mão involuntariamente no nariz… Eu não corro esse risco… Primeiro porque eu não fico por aí dando a mão pra ninguém. E segundo porque quando vou colocar a mão no nariz, uso sempre meu lenço de pano, esse companheiro macio que segue comigo há anos e anos…

2) Dizem que o risco de pegar essa gripe é grande em locais com grandes aglomerações de pessoas. E o que eu ia fazer num lugar com aglomeração de gente? Era só o que me faltava. Se você me ver no meio de alguma aglomeração de gente, esfregue bem seus olhos ou troque de óculos. Pode ter certeza que esse alguém não sou eu.

3) Dependendo da situação de risco que a pessoa tenha passado, é preciso que ela entre num regime de quarentena. E eu te digo: jamais vou precisar entrar num regime de quarentena. Afinal de contas, eu já vivo nesse regime. Vivo uma quarentena eterna. Se por acaso for importante ficar isolado da civilização para não contrair essa gripe, pode ficar tranquilo: eu já estou fazendo a minha parte.

E por último:

4) Dizem que o risco de pegar essa gripe na Argentina é grande. E aí, de novo, eu pergunto: o que eu ia ter pra fazer na Argentina?? Eu já não gosto de falar com gente que fala a minha língua, imagina então falar com gente que fala tudo rápido e enrolado que nem eles? Nem morto. Eu quero mais é que a Argentina continue lá no lugar dela. Bem longe de mim.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Texto

Sai pra lá!!

espirro do mal

Já enumerei aqui nessa joça diversos motivos para eu não querer contato com seres humanos. São muitos, muitos mesmo. Basta ver as postagens antigas. Mas a verdade é que eu sempre lembro de mais algum. E é sobre isso que eu vou falar hoje. Sobre um dos motivos principais pra eu não querer esse tipo de contato. Vou falar sobre pessoas doentes perto de mim.

Mas que cacete!!! Eu quero morrer quando uma pessoa espirra perto de mim. Sai pra lá!! Vai espirrar bem longe de mim! E o pior é que as pessoas que espirram em público normalmente não tem o hábito de tapar o espirro, de pôr a mão no rostou ou até mesmo,  sei lá, de por a camiseta na frente do rosto pra não espalhar esses germes fétidos pelo ar. No meu caso, jamais ando sem o meu lenço de pano no bolso e, por isso, não cometo esse tipo de deselegância. Aí a pessoa espirra e você só vê aquele jato molhado no ar. Um jato nojento. Que rapidamente se espalha no ar e entra por suas vias nasais.

E tem aqueles que não espirram, mas ficam com o nariz escorrendo e passam o dia inteiro fungando. E ficam passando a mão no nariz. Ou senão ficam com aquele lencinho de papel amassado na mão o dia inteiro, dando uma passada no nariz cada vez que o verdão começa a escorrer pra fora. Que nojo!! Essas pessoas deviam ser isoladas e ficar em quarentena. E bem longe de mim.

E aí tem esses semi-tuberculosos que ficam tossindo o dia inteiro. O dia inteiro mesmo!!! Vai se tratar, porra!! Vai cuidar desse seu pulmão podre. Ou vai num médico. Mas não fica tossindo perto de mim. Ainda mais agora, nesses tempos de gripe suína!!

O negócio é o seguinte: não espirre perto de mim! Não tussa perto de mim! Não esfregue seu nariz nojento perto de mim. E, de preferência, nem me dê a mão. Detesto esse tipo de contato. É por essas e outras que vivo aqui, isolado e protegido no aconchego do meu lar. E, resumindo essa história toda, fica a mensagem pra quem não entendeu: sai pra lá! Não chegue perto de mim!

Deixe um comentário

Arquivado em Texto