Arquivo da tag: isolar das pessoas

Lar, Doce Lar…

biblioteca-de-casa

Aaaaahhhhhh… Como eu gosto da minha casa!! Tenho dezenas de motivos pra justificar porque gosto tanto da minha casa… Mas como eu sei que o mundo é cheio de preguiçosos que não gostam de ler, não vou me estender muito no assunto.

O principal motivo pra eu gostar tanto da minha casa é que dentro dela eu simplesmente não tenho contato com outras pessoas. E isso já é um motivo mais que suficiente pra eu achar minha casa o melhor lugar do mundo. Eu fecho a porta e não preciso mais lidar com malas que nem você. Eu só preciso aturar mesmo a minha mulher, mas a coitada já teve que me aguentar por tanto tempo que eu acredito que ela não vai durar muito tempo na Terra. E tem o meu papagaio também, mas esse é o meu companheiro. Ele não me enche o saco e, quando fala alguma coisa, é imitando frases minhas, então está tudo certo. Quando estou na minha casa, chego até a esquecer esse mundo de merda em que vivemos. Como tem gente no mundo!! Mas na minha casa não. Eu me isolo de todo mundo.

Além de me isolar das pessoas, na minha casa tem tudo o que eu gosto. Os meus livros, as minhas revistas, meus recortes de jornal, meus discos, meu pistache e minha poltrona velha. Há muito tempo eu venho desenvolvendo um sistema pra que eu não precise sair de casa pra nada. Ainda não consegui executá-lo perfeitamente, principalmente por causa da burocracia do ser-humano. Esse negócio de ter que ir ao banco ou em repartições públicas pra algumas coisas é um saco. Mas ainda vou me livrar dessas chatices.

Na minha casa, eu tomo meu chá calmante sem ninguém me amolar. Eu coloco meus discos do Cauby no volume máximo e canto feliz da vida. Assisto aos filmes do John Wayne dezenas e dezenas de vezes sem ninguém me interromper. E posso ficar de pijama o dia inteiro. E não preciso pentear o cabelo. É bom demais!!

Como já estou com a idade avançada, cada vez saio menos às ruas. E, por isso, fico cada vez mais em casa. E é nesses momentos que eu sou realmente feliz. Chego até a esquecer que existe tanta gente mala no mundo. Chego até esquecer de tantos problemas do lado de fora. Nessas horas, nada mais importa. O que importa mesmo é que estou no meu lar, doce lar!!

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em Texto