Arquivo da tag: malas

O problema do mundo

Tem dias em que a gente começa a refletir um pouco e logo vê que o mundo anda mesmo uma porcaria. A natureza já foi tão devastada que hoje em dia faz calor no inverno, faz frio no verão e vira e mexe a água aparece – de cima ou baixo – arrasando quarteirão.

E tem lugar que nem tem mais muita natureza. Tipo as cidades grandes. É só asfalto. Não tem árvore, não tem sombra. Só tem fumaça. E tudo ferve como um inferno. O clima, os hormônios, os ânimos. E sabe porque acontece tudo isso?

Por causa do homem.

Nesses momentos de reflexão eu chegou facilmente à conclusão que o problema de tudo está no ser humano. Ô raça do cacete…  Nunca vi uma espécie pra ser formada por tantos seres burros. E imbecis. E malas. Um verdadeiro pé no saco.

Tem tanta gente imbecil no mundo que é até difícil de acreditar. A gente vê cada atitude por aí que dá vontade de sair esganando. E eu já lembro logo do Alborghetti. Ele não passaria vontade. Ia ser marretada na cabeça.

É por isso tudo que eu prego a idéia de um mundo melhor. Um mundo com cada vez menos gente.

Eu canso de ouvir as pessoas falarem que o mundo vai acabar. E eu sempre respondo: o mundo não vai acabar, o que vai acabar é a humanidade. O mundo vai continuar aí. A natureza se adapta a outras condições e depois passa varrendo tudo. E o planeta vai continuar sua vida. Girando e girando.

E aí teremos então um final feliz. Um mundo sem gente. Um mundo melhor.

mundo2

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em Texto

Como lidar com folgados….

Como esse meu site tem sido útil. O que era pra ser apenas um espaço para falar da minha rabugisse tem se mostrado, na verdade, um grande guia de auto-ajuda para as pessoas desorientadas. De acordo com o relatório de estatísticas do WordPress, muita gente acaba acessando meu site por causa de pesquisas feitas no Google. E isso me dá uma amostra muita boa do que as pessoas andam buscando. O termo pesquisado que mais direciona leitores ao meu site é “cuida da sua própria vida”. Todos os dias, várias pessoas digitam isso no Google e acabam parando no Diário de Um Rabugento. Mas a minha alegria ficou ainda maior quando vi que um dos termos pesquisados hoje no Google e que foi direcionado para o meu site foi “como lidar com folgados”. É isso mesmo: “Como lidar com folgados”. Não é maravilhoso? A pessoa pergunta ao Google como lidar com os folgados e eles indicam, na pesquisa, o meu site. Isso vale mais que dinheiro, vale mais que qualquer coisa. É a satisfação de ajudar quem também não agüenta mais tanta gente mala no mundo.

Bom, mas falando agora desses sites de buscas, a verdade é que eu nunca fui adepto do Google. Até hoje, preferia consultar a enciclopédia Barsa. Ali estão, realmente, todas as informações. Desde sempre. E eu sou de um tempo em que internet, email e celular não existiam. E mesmo assim a gente conseguia viver. Mas agora eu percebi. Na Barsa eu posso pesquisar sobre muitos assuntos, mas lá não tem a resposta para perguntas do tipo “como lidar com folgados”. Mas, se você perguntar pro Google, ele vai saber te dizer. É por essas e outras que eu digo: Não tem jeito, às vezes a gente tem que dar o braço a torcer e se render às novas tecnologias.

E quando você também estiver com qualquer problema sobre lidar com folgados e com todas as chatices do mundo, visite o Diário de um Rabugento. Leia tudo com atenção. Mas por favor, não me encha o saco. Pois eu sei como lidar com malas. E, muitas vezes, isso acaba mal.

Deixe um comentário

Arquivado em Texto