Arquivo da tag: televendas

Os pequenos prazeres da vida

A Televisão está uma grande porcaria. Só transmite grandes lixos que torram minha paciência e me corroem lentamente. Mas nem tudo é tão ruim assim. Existe algo na televisão que é capaz de me manter por horas e horas olhando pra tela, totalmente hipnotizado. Eu realmente adoro passar meu tempo assistindo aos programas de televendas!!

Assistir a esses programas na madrugada é uma grande viagem. Um grande barato. Passar horas vendo uma apresentadora explicando as vantagens de você ter uma omeleteira é um prazer inexplicável. A apresentadora explicava, por exemplo, que a vantagem da omeleteira é que ela acaba com aquele problema que é virar a omelete na frigideira. E é verdade! Esse problema não existe mais. E aquela máquina de pão? Jamais eu terei um trambolho daqueles em minha cozinha, mas gosto de ver os apresentadores fazendo. Na última noite, passei mais de meia hora vendo a apresentadora explicando as vantagens de um certo tipo de edredon de cama. A mulher passou um tempão explicando que aquele tecido é isso, que aquele tecido é aquilo… me fala… tem coisa melhor pra ver na televisão?

E aí eles mostram todas as variedades de Gril caseiros. Tem o do George Foreman, tem o de tamanho gigante, tem um outro que você põe os espetinhos na vertical… Realmente demais!! E aí depois entra a seção de tecnologia, e eles mostram que com qualquer máquina fotográfica digital você pode imprimir as fotos em tamanho natural. Eu sei que ninguém vai fazer isso, mas é muito legal ver essas coisas. E depois eles ainda ficam te convencendo a comprar um contador de batimentos cardíacos, uma máquina de fazer espaguete e até uns aparelhos de ginástica revolucionários, como esse da foto, que eu duvido que alguém que não assiste a esses programas sabe como se usa:

73254cb25bb9bfd1b0e75d80d354a5932

Você também não sabe como se usa isso? Pois então assista a esses programas.

Bom, eu sei que meu nível cultural é muito elevado e a genialidade é sempre difícil de ser compreendida. Por isso, imagino que vocês não vão concordar comigo. Mas a vida é feita de pequenos prazeres. E assistir a programas de televendas por horas a fio é um deles. Um prazer requintado. Para poucos. Coisas de Walmor Salgado, um rabugento que sabe das coisas

2 Comentários

Arquivado em Texto

Top 10 do Walmor – Cartunista na área

 

A incrível lista das 10 pessoas que Walmor Salgado mais gosta no mundo

6o. Lugar – Angeli

Angeli é um cara batuta. Um grande cartunista que sempre se mostrou um grande mau humorado. Angeli criou personagens que se tornaram clássicos, mas não tem o menor saco pra aturar seus fãs. Prefere ficar em casa do que sair nas ruas e ter que aturar um monte de nerds falando que amam a Rê Bordosa ou o Bob Cuspe.

 

Angeli não está nem aí pra isso. Mesmo com toda a criatividade e com a lista de personagens que tem, o cartunista publica, muitas vezes, um rascunho qualquer, um esboço de desenho. Manda isso mesmo e o jornal publica. E mesmo se os fãs acharem isso uma enrolação, ele não está nem aí. O fã abre o jornal na maior expectativa e vê na seção de tirinhas um desenho qualquer que ele fez de algum jazzista que ele curte. Atitude! Angeli trouxe o politicamente incorreto pra mídia. Mostrou na revista Chiclete com Banana o que é ser realmente punk. E quando ele não está muito bem humorado, publica uma tira da série “Angeli em Crise”. Grande sacada, afinal, eu sei, e ele também sabe, que a vida não é bela. Angeli possui personagens como os Skrotinhos, que passam o tempo todo tirando as pessoas. Demais! Eu queria ser um Skrotinho!! Até que eu consigo um pouco, mas estou mais pra escrotão mesmo. E quando Angeli publica a seção “República dos Bananas”, mostrando os modernosos e freaks em geral? É demais!! Assim como o Angeli, eu também acho que o mundo anda muito cheio de gente descolada. Sai pra lá, assombração! Tá tudo moderno demais pro meu gosto. E Angeli também publica tiras antigas, tiras repetidas, tiras velhas que já foram publicadas várias vezes. E não está nem aí se você acha isso ruim ou não.

 

E, pra completar, Angeli criou a seção “Duas coisas que eu detesto e uma que eu adoro”. Totalmente genial. Afinal, existem mais coisas no mundo pra gente odiar do que pra gostar. Ele diz algo mais ou menos assim: eu detesto: “essa moda de usar franjinha no estilo britânico”; eu detesto: “a euforia que todo mundo fica em época de Copa do Mundo”; eu adoro: “programas de televendas na madrugada”. Totalmente genial. Eu também adoro programa de televendas na madrugada. É a melhor coisa pra assistir! Angeli sabe das coisas. Recluso, carrancudo, folgado, muito sarcástico e um cara que não faz concessões. Se todos fossem como o Angeli, o mundo seria muito melhor.

 

 

 

2 Comentários

Arquivado em Texto